Casamentos no exterior.

 

Quero casar no exterior.

Casar em Las Vegas ou na Itália?

Segundo levantamento feito pela Abrefesta a entidade  que reúne as empresas de serviços para eventos, a indústria do casamento gira no Brasil   cerca de 15 bilhões de reais por ano, cerca de 1.1 milhão de casamentos por ano. Todos os anos a Expo Noivas feira especializada, fecha cerca de 300 milhões em negócios.

Uma indústria que não para de inovar e crescer.

Com muita atenção e vendo um potencial, outros países rapidamente abriram suas portas para esse mercado que já é uma realidade.

Entre os que oferecem vários tipos de casamentos podemos citar o Tahiti  e Ilhas Maldivas com suas lindas praias, Cancun no México, e a Itália entra com força nesta disputa seguida por Las Vegas nos USA esses últimos dois destinos com mais força  já que são lugares que possibilitam unir o útil ao agradável cerimonia e lua de mel no mesmo lugar e para os convidados umas férias junto aos noivos.

O custo de uma viagem para casal com uma cerimônia depende do que ela inclui.

Alguns sites oferecem online tudo que a noiva precisa de transporte até a cerimonia total com valor legal ou não, entre as mais solicitadas  a Tradicional com valor legal, renovação de votos indicada para casais que já se casaram há alguns anos e pretendem renovar seus votos. Cerimônia de Compromisso proporciona ao casal um momento simbólico porém sem valor legal.

E para isso o mais fácil é contratar um cerimonial no destino.

Algumas dicas são o   https://cerimoniallasvegas.com.br/   em Las Vegas onde o competente Jaime faz as boas vindas.

E o http://www.weddingwithaview.biz/ na Itália que faz a estimativa completa de um orçamento online.

A imagem pode conter: 1 pessoa, atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em pé

Esse foi meu casamento no Marrocos.

Anúncios

MACAU

 

Macau é logo ali… saindo de Hong Kong, claro. Uma mistura de Portugal, Las Vegas e China; Macau; a capital chinesa do jogo.

Ir pra Macau a partir de Hong Kong é muito mais fácil do que se pensa,  a viagem de ferry boat dura cerca de uma hora, e a recepção não poderia ser melhor: placas de sinalização em Português. Assim como Hong Kong, Macau não exige visto de seus visitantes mas é preciso levar passaporte e fazer imigração.

Amoeda em Macau chama-se “Pataca” e tem a mesma cotação do ‘Hong Kong Dolar. Tanto faz pagar em uma quanto em outra mas sempre você vai receber troco em patacas.

Nas ruas, os imponentes cassinos mostram que o dinheiro do jogo fez a cidade crescer; os chineses adoram jogo e como na China continental é proibido, eles marcam presença em massa nos cassinos.

O luxo é visível; lojas de marcas francesas e italianas estão por todos os lados, o consumo é como em países ocidentais ou pior, exagerado. Macau também é um destino excelente para compras, existem muitos centros comerciais, os que não dispensam as comprinhas de viagem vão voltar com ótimos presentes e lembranças, seja tecnologia, vestuário ou produtos artesanais.

Os templos budistas contrastam com as imponentes lojas e a arquitetura modernista dos cassinos.

Português ou chines?

A cidade de Macau tem suas peculiaridades e características únicas herdada de uma colonização portuguesa. Ela é administrada pela República Popular da China desde 1999, quando passou a investir em seu território e transformá-lo em um destino diferenciado, com opções de lazer para todos os tipos de visitantes.

455

Placa no interior dos ônibus

O governo faz um grande esforço em resgatar o passado da colonização portuguesa porém somente os mais velhos falam bem o português; o governo apoia o ensino da língua portuguesa para que não caia no esquecimento.

As placas nas ruas nos ônibus e transporte público estão em chinês e português.

Ainda existem várias igrejas católicas em Macau; um dos pontos turísticos mais fortes é a igreja de São Francisco e o museu colonial onde se encontram muitas imagens de santos barrocas.

 

Dicas de viagem :

Voar para a Macau  tem que ser via Europa ou Oriente Médio ou Africa do Sul.  A partir de Hong Kong, os ferries levam os passageiros até Macau em um percurso de cerca de uma hora. Também é possível chegar por meio de avião partindo de Xangai, com a Air China, ou de Pequim, com a Northsouth Aviation.

Seguro: Nunca vá sem um seguro de viagens.

Moeda:  Patacas, cartões de crédito são bem aceitos,  traveller checks são pouco aceitos, a não ser em lojas maiores.

Cilma:  O clima em Macau é subtropical húmido. A temperatura média anual é de 22°C, sendo no Verão de 30°C e no Inverno 15°C. Macau está localizado na zona das monções e que causam alterações significativas no tempo. Por esta razão, a chuva é muito frequente e muitas vezes intensa, atingindo o seu auge no Verão.  As melhores época para ir a Macau são: Março-Abril ou Outubro-Novembro, quando as temperaturas são mais amenas.

Gorjetas: São quase que uma instituição em toda  China é uma cultura sempre dar uma gorjeta e um “agrado”as pessoas ao seu redor.

Comida : Mesmo deliciosa é muito apimentada para nosso paladar. 

Cultura: O povo Chinês é muito agradável adoram ser prestativos mesmo quando não entendem nada que você fala; chamam um depois outro até alguém descobrir o que você precisa, muitas vezes são engraçados e tímidos mas adoram tirar fotos com estrangeiros .

Segurança: É um país seguro, mesmo os táxis normalmente não enrolam turistas, procure no seu hotel uma cartilha que existe em inglês, francês, alemão e até espanhol como nome dos principais locais na língua escolhida e assim você somente precisa mostrar na sua língua a tradução está ao lado.

Voltagem: 220 v

 

No centro da cidade a arquitetura colonial faz da cidade muito parecida com Lisboa.