O que significa SSSS no cartão de embarque?

 

IMG-20171118-WA0024.jpegSSSS  o que quer dizer ??? O que isso altera no seu embarque??

Ao embarcar com  a American Airlines,  no meu cartão de embarque  apareceu um código SSSS  eu estava no mesmo voo mesma reserva da minha irmã que não tinha nada no cartão.

Algumas reservas são escolhidas  aleatórias.

O SSSS  Secondary Security Screening Selection (Seleção de triagem de segurança secundária)  aparece   no cartão de embarque de passageiros que forem selecionados pelo sistema de segurança de voos da TSA  e irão participar de uma triagem de segurança adicional que passa por uma revista pessoal em bagagem de mão e fisica.

O que acontece com quem tem SSSS no cartão de embarque.

Além da segurança normal que todo mundo passa, a pessoa é levada  para uma outra mesa de segurança adicional onde checam a mala,  eletrônicos, bolsa e checaram minha mão e coisas na maquininha para identificar explosivos e drogas.

Esses passageiros segundo as cias aéreas são escolhidos aleatoriamente pelo sistema, que são mais frequentes nos passageiros que tem Itinerários fora do comum ou passagem compradas em menos de 24 horas, passagens apenas de ida para os Estados Unidos, passagens pagas em dinheiro ao invés de cartão de crédito.

E você? Já teve SSSS no seu cartão de embarque? Teve que passar por alguma segurança adicional? 

Anúncios

CINGAPURA, A CIDADE ESTADO

 

Cingapura é uma cidade-estado localizada no extremo sul da península da Malásia. Composta de uma ilha principal (a Singapore Island) e várias pequenas ilhas menores (algumas minúsculas) no seu entorno. Ao norte dela está a Malásia e atravessando o estreito de Cingapura ao sul e sudoeste está a Indonésia e suas inúmeras ilhas (algumas bem próximo mesmo de Cingapura).

No sudeste asiático,  com sua saída e independência da Malásia em 1965, o país veio se tornando  um dos mais procurados locais pelos milionários e investidores. Com rigorosas leis sociais a cidade se mantém limpa e organizada, transporte público funciona perfeitamente, as ruas são limpas arborizadas e sinalizadas. Atravessar fora da faixa, jogar chicletes no chão ou comer no metro podem dar multas e foi assim que o governo conseguiu organizar.

Bairros étnicos como Little India, Chinatown e Arab Quarter mantém viva a memória das três grandes etnias que formaram Cingapura. Conseguem mostrar também como essas etnias se fundem, já que não é difícil, por exemplo, encontrar um tempo hinduísta indiano bem no meio de Chinatown, um bairro de influência chinesa. Chineses, indianos e malaios são a grande parte da população local.

Cingapura é um dos lugares mais agradáveis para se visitar,  os detalhes e os cuidados  por toda cidade são visíveis, começando com os jardins da saída do aeroporto, os “Guard rail ”  das estradas são  cobertos por  plantas que escondem o  metal parecendo assim verde transformando tudo em jardim.  É uma cidade moderna e ao mesmo tempo uma das cidades mais arborizadas do mundo, algo que chama a atenção do visitante já no primeiro contato com ela.

DSC_6333

O país tem o terceiro maior PIB per capita por paridade do poder de compra do mundo, tornando Singapura um dos países mais ricos do planeta.

Um dos lugares mais consumistas juntamente com Hong Kong, as grandes marcas de roupas europeias, carros , designers, marcam presença forte por toda a cidade, sem falar nos eventos esportistas como a Formula 1 e a maratona de Singapura.

DSC_6374

Um espetáculo da engenharia:  Antes a famosa roda gigante de Singapura era uma atração das mais impressionantes devido ao tamanho, mas o complexo Marina Sands, resolveu fazer um dos ícones do turismo mundial: o Hotel Marina Bay Sands que possui a famosa e  linda piscina de borda infinita no topo dos seus três prédios em forma de navio!

Comecei minha visita com a região do  hotel Marina Bay Sands,  moderna e com ícones arquitetônicos. Uma visita imperdível é o Gardens by the Bay, simplesmente incrível,  inaugurado em junho de 2012, (Jardins da Bahia em português) Localizados em uma grande área entre o mar e a parte posterior do Complexo Marina Bay Sands, os Gardens contam com duas áreas diferenciadas: uma aberta ao público e com acesso gratuito e outra reservada para aqueles que adquiriram uma entrada.

Uma Cronologia Resumida

Século II – Primeiros registros de Cingapura.

Século XIV – Origens do nome de Cingapura, Singapura ou “Cidade do Leão”

1819 – Sultanato de Johor permite a instalação de um entreposto comercial britânico na ilha.

1942 – Segunda Guerra Mundial. Japoneses invadem a colônia britânica.

1955- Autogoverno para Cingapura

1958 – Nascimento do Estado de Cingapura.

1963 – Cingapura integra-se a Malaya formando a Malásia.

1965 – Cingapura deixa de fazer parte da Malásia. Nasce a República de Cingapura.

DICAS:

Voar para a Singapura é me tem que ser via Europa ou Oriente Médio se for com a Singapure Airlines,  uma escala rápida em Barcelona.

Documentos:  Passaporte válido por 6 meses, Certificado de vacina febre amarela.

Seguro: Nunca vá sem um seguro de viagens.

Moeda: Dollar  cartões de crédito e traveller checks são aceitos.

Roupas: mesmo no inverno faz calor. Leve roupas leves e confortáveis.

Gorjetas: São como no Brasil .

Comida : Mesmo deliciosa, é muito apimentada para nosso paladar e não se esqueça os food court, as famosas praças de alimentação, são tradicionais na cidade, o governo local é muito rigoroso com a fiscalização sanitária.

Cultura: O povo é muito agradável, a população  chineses (76%), malaios (15%), indianos (6%), outros (3%)  que compões os estrangeiros.

Segurança: É um país muito  seguro, quase não se vê polícia nas ruas porém as leis são rígidas principalmente com drogas que dão pena de morte.

Voltagem: 220 v

Clima: evite maio a setembro que são os meses mais quentes e o período das monções.

CURIOSIDADE:

Cingapura ou Singapura? A dúvida: o nome de Cingapura seria grafado com “s” após o acordo ortográfico — Singapura — como em Portugal. Como o assunto foi tema de discurso hoje, acho importante definir. O manual adota a forma original da palavra, Cingapura, embora, hoje, as duas formas sejam válidas.

Para explicar a origem da dupla grafia, vale voltar um pouco no tempo. A palavra foi originalmente grafada com c no século 16. Depois, passou a vigorar em Portugal, provavelmente por influência do inglês (Singapore), a versão com s. Em 1945, a reforma ortográfica registrou o termo como Singapura. A nova forma passou a valer em Portugal. No entanto, como o Brasil rejeitou o acordo, por aqui continuou vigorando a forma Cingapura.

A ambivalência está presente nos principais dicionários brasileiros. O Houaiss registra Cingapura, o Aurélio, Singapura.

 

 

BALI, surf, praia e cultura

Isso mesmo para quem pensa que em Bali não tem cultura só praia e sol está enganado.

DSC_6584

Templo em Bali

Localizada  na Indonésia no sudeste asiático,  faz parte do maior arquipélago  do mundo  que é composto por nada mais que 13508 ilhas e ilhotas.

20140525_123021

Praia de Nusa Dua

Bali também é uma ilha e a capital é Dempassar, tem uma área de quase 6 mil quilômetros,  o nome vêm do Sâncrito que significa sacrifício.

O primeiro ocidental a chegar foi Marco Polo em torno de 1229. De  vulcão ativo, templos maravilhosos, campos de arroz faz de Bali uma delícia.

Antes de ir a Bali seja objetivo do que você prefere,  praia ou campo, a Ilha tem muitos hotéis cada uma mais fantástico e confortável que o outro, como a Ilha é muito grande, localização é fundamental  já que o trânsito é péssimo e pode tomar horas de um lugar a outro. Sugiro as praias do sul nas proximidades de Kuta, para baladas e agito. Padang, Uluwatu, Jimbaran  são lugares tranquilos para descansar. Fiquei em Nusa Dua, ótimo local para relaxar. Nessa região estão vários hotéis que valem a estada sem falar que fica perto do aeroporto e uma região bastante segura e descolada. Kuta é outra região perto, onde estão vários lugares interessantes.  Já Ubud, é o lugar perfeito para meditar e curtir spas e hotéis bastante privativos que te dão o maior requinte e privacidade.

DSC_7238

Praia e Templo

The St. Regis, Bulgari, Four Seasons  fazem parte da hotelaria Luxo desta maravilha hoteleira, que é composta por um design e decoração única ao estilo “Balines”

20140522_164743

Imagem religiosa dos templos de Bali

Para os amantes  do surf, Uluwatu e Dreamland  são quase 40 picos para surf.

Existem vários passeios a serem feitos, são quase 10 mil templos, quase toda casa em Bali tem também um templo, o hinduísmo e o Budismo são presentes, adorações, festivais acontecem sempre, não deixe de participar de uma cerimônia que são feitas na maioria dos resorts, são super legais.

20140522_192132

Jantar Romântico na beira da praia oferecido pelo hotel em Nusa Dua

Thanah Lot , Ulun Danu Bertatan, Uluwatu Temple, Goa Gajah e Besakih são os mais importantes templos em bali, porém não deixe de conhecer um templo residencial.

DSC_6498

Cerimônias religiosas ocorrem com frequência em Bali

Para os baladeiros de plantão, em Kuta, os bares começam cedo no meio da tarde já tem movimento, e vão até mais tarde e as boates abrem também no happy hour  até amanhecer.

O Favela é um bar bem pitoresco. The gate Mall é um lugar muito legal no Roof top tem uma calda de um DC10 que dá ao lugar um clima diferente.

Na região de Nusa Dua  você pode ir ao Bali Collection um shopping aberto com vários restaurantes e lojas de coisas típicas com bons preços onde pode comer  lagosta fresca e diferentes tipos de frutos do mas, pode também fazer uma massagem nos pés e até mesmo fazer a terapia onde os peixes comem a pele morta dos pés.

20140524_125509

Imagens Religiosas

Algumas dicas valiosas:

1- Alugar carro é difícil já que o transito é péssimo, uma ótima opção é alugar uma moto sai por USD8,00 a USD10,00 por dia  postos de gasolina são escassos porém fique atento com as garrafas de gasolina que são vendidas nas casas e vendas locais.

2- Caso queira pode também contratar um motorista para te levar aos templos e praias, não sai caro por meio dia  pagamos USD35,00.  O nosso motorista era bem atencioso e nos levou a muitos lugares diferentes,  o Nome dele é  Made Chepot e o telefone  é + 6281338174561,  email mychepot@yahoo.com

3- Contrate os passeios com seu agente de viagem antes, assim não corre risco de ficar a ver navios ou ser enganado por motoristas que estão pelas ruas oferecendo serviços.

4 – O visto  é tirado no aeroporto e custa USD30,00.

5 – Não esqueça da sua vacina de febre amarela.

6 – Wifi tem em todos lugares nem sempre é de graça.

7 – Como chegar: a Emirates tem voos diários  com conexões em Dubai em modernos Boeing 777 e como a conexão é um pouco demorada pode se fazer um pernoite em Dubai .

 

 

Golpes em Viagens

DICAS PARA TE PROTEGER DE GOLPES EM VIAGENS

Um guia bem útil para você se livrar de apuros durante suas viagens, Os espertinhos – de olho nos turistas um tanto encantados (e consequentemente, distraídos) com as belezas do lugar – valem-se de muita criatividade para aplicar armadilhas de tudo quanto é tipo. Essas ciladinhas podem custar dinheiro, documentos, celular, máquina fotográfica…

994001813

  • Golpe do dinheiro no Táxi

Este golpe é muito comum em Buenos Aires, taxistas muito profissionais no campo golpe pegam sua nota ao receber e trocar rapidamente sem que perceba e dizem que não pode receber por que é falsa e vão chamar a polícia etc se você não tiver trocado para o táxi, tire uma foto da nota e chame a policia.

  • Golpe da  rendas e sedas.

Algumas mulheres  vendem rendas bordadas a mão nas ruas da Europa, e leste europeu, um trabalho lindo e muito bem feito, porém você negocia, o tamanho que quer o preço e na maioria consegue um bom desconto, porém enquanto a pessoa pega o dinheiro, ela pega o tecido, dobra para colocar em uma sacola ou embalagem enquanto você conta o dinheiro, ela troca sua peça por uma bem mais barata ou menor e muitas vezes sem  o lindo trabalho, te entrega e você vai embora só percebendo quando for abrir o que pode acontecer somente quando voltar ao Brasil e se perceber no local nunca mais verá a pessoa que já não está no mesmo lugar. Isso pode ocorrer também em lojas na Ásia !

  • Golpe da bolsa em hotéis.

Ao descer para o café da manhã, muitas pessoas colocam as bolsas para marcar a mesa, e assim que levanta para servir  alguém passa e joga uma blusa por cima segurando fazendo uma camuflagem e levando a bolsa que não é vista por outras já que está escondida.

  • Golpe da carteira, bem bobo mas vale a dica.

Alguém coloca uma carteira preta na calçada e fica esperando as pessoas passarem e verificarem se deixaram cair, ai outro comparsa te avisa da queda, a maioria das pessoas checam se perderam e com isso o ladrão já sabe onde você guardou sua carteira.  O ladrão observa tudo de longe e, momentos depois, aproxima-se e te furta como uma pena são rápidos e discretos e pacientes. Comum na Itália e Ucrânia.

  • Golpe do sapateiro.

Em golpista se veste com roupas de época e surgi  na sua frente com caixa de engraxate, pedindo para lustrar seus sapato, mesmo você estando de tênis,  ou um chinelo. Sempre é gratuito, por amizade, mas depois vai cobrar dinheiro. Nunca tire fotos com esses picaretas sempre cobram depois e podem ser ameaçadores. Algumas vezes algum comparsa derruba um líquido no seu sapato para que outro venha limpar e assim ganhar e cobram caro pelo serviço cobrado. Muito comum na Turquia.

  • Alecrim,  rosas,  pulseirinhas.

Uma senhorinha cigana com jeito de boa pessoa  te oferece um cheiroso ramo de alecrim ou uma rosa . Supersimpática, lê a sua mão. E então, pede dinheiro pelos serviços. Se você se recusar a pagar, ela vai amaldiçoar você, sua família e ameaçar o que gera um péssimo clima, não aceite alecrim e rosa ou qualquer flor de estranhos. Em algum outro lugares as pessoas estendem a mão para te cumprimentar e assim amarram uma pulseira que parece um cordão, resultado: Cobram a pulseira cara. Local mais comum: Espanha , Itália e Índia.

  • Fotos:

Com a crise dos selfs fique atento ao pedir para tirarem fotos de você, alguns bandidos,  se disfarçam de turistas em pontos bem conhecidos para fotos difíceis e ali te ajudam pedindo dinheiro ou fugindo com sua câmara. Escolha realmente a pessoa para te ajudar.

  • E o velho jogo da bolinha escondida?

Esse golpe é velho e conhecido no Brasil, rolava em muitas cidades do Brasil. Alguém  monta uma mesinha em algum ponto bem movimentado e coloca uma bolinha em um copo ou vasilhame. Ai vira o copo  ou vasilhame com a bolinha de boca para baixo em cima da mesinha e coloca copos ou vasilhames iguais  ao lado e começa a misturar. Ele mexe rapidamente e te desafia a descobrir em qual deles está a bolinha. Enquanto você se concentra no jogo e se distrai com o mundo ao redor, alguém furta seus objetos,  ou ele te deixa ganhar algumas vezes e outras pessoas também assim as pessoas se empolgam e começam a perder lembre que os outros que estão ao redor são comparsas.

  • Golpe do convite:

Uma pessoa te aborda e pergunta de que país você é,  aí você responde e ele já vem dizendo eu “ama” futebol, Rio de Janeiro olimpíadas etc, e começa a perguntar coisas, bem curiosas e simpática ai te convida a uma cerveja ou um café que ele paga, logo depois de pagar duas cervejas e conquistar sua confiança,  convida a um outro lugar próximo aparentemente melhor e cheio de gente bonita, uma duas três cervejas, ele pede a conta por que tem que ir embora e paga a parte dele a sua será uns 120 a 200 euros por três  cervejas, o garçom e os seguranças fazem parte do esquema, assim podem até chamar a polícia, veja que a parte dele de 120 euros foi paga por ele mesmo. Resumindo você pagará uma conta caríssima que não é real.

  • Golpe da boite:

Um taxista te leva a uma boate que diz ser ótima opção para relaxar e descontrair, porém ao entrar você descobre que entrou em um alçapão, como assim? O ingresso que te cobram custa EUR200,00 e se tomar alguma bebida serão mais EUR30,00 a EUR50,00 e se não pagar não sai, se chamar a polícia, pior já que como alguns policiais são corruptos e levam sua parte irão te obrigar a pagar.

 

Reino do Camboja / ព្រះរាជាណាចក្រកម្ពុជា

Místico e maravilhoso.

Praia, lagos e montanhas fazem parte da fantástica geografia do Camboja, das sangrentas batalhas à paz espiritual que teve origem no  hinduísmo e no budismo a arquitetura imponentes dos templos e palácios fazem o país um lugar mágico.

1949

Portal para Angkor Thon

2013

Angkor Thon a grande capital, é toda murada e abrange vário templos.Nada mais justo que começar a falar deste magnífico lugar  começando por Angkor Wat a capital,  ponto principal e para muitos único, já que algumas pessoas visitam a cidade exclusivamente por esse templo e aproveitam o parque nacional com inúmeros outros templos, dentre os que são imperdíveis , Bayon com as faces de Budha, Banteay Srei, dedicado ao Deus Shiva, Preah Khan que signifíca espada sagrada entre muitos outros.

1936

Cara de Buda

1871

Templo de Bayon

Sua importância é devido ao tamanho e por ter sido a capital do reino, do Rei Suryavarman que o construiu para ser o centro de seu reino no início do século XII, é o templo mais conservado do Camboja e fica somente 5,5 km de distancia da cidade de Siem Reap, a ocupação por monges budistas que por anos e anos ali mantiveram um monastério não permitindo que a ação do tempo o danificasse. É dedicado ao Deus Vixnu  e representa os picos do monte Meru , morada dos Deuses.

DSC_2604

Templo de Angkor Wat

 

Uma dica muito importante é quando for visitar entre sempre pela entrada Ta Kou, o que seria pelo fundo onde terá uma vista maravilhosa e passará por todo interior do templo chegando a frente assim poderá ver as duas faces do templo e não somente uma que a maioria dos turistas fazem.

1553

Cerca de 20 mil pessoas estima se viveram ali entre os séculos IX e XV, o império chegou a se estimar  em meio milhão.

Outra dica é para tirar uma boa foto, sem dúvida é ao lado esquerdo do templo pela frente onde existe um lago e uma feira de artesanatos, neste lugar a água reflete e dá uma das mais lindas lembranças de viagem no fim do dia.

1763

Sem dúvida a melhor forma de chegar é via Bangkok, e de lá algumas cias aéreas voam a Angor.

A Capital é Phnom Penh  uma cidade grande onde  a população passa de 1.5 milhões encontra se o palácio real que vale a visita, porém aos que não dispões de muito tempo, o grande negócio é visitar realmente Siem Reap.

1892

1978

 

 

 

 

Vale ou não fazer compras nos EUA com dólar alto?

Já planejou ou está planejando ir para os EUA fazer compras? E o dólar alto, será que ainda vale a pena fazer compras nos EUA mesmo com o dólar acima  dos R$4,00, resolvi ir para Miami, acabei achando muita coisa que ainda velam a pena comprar.

O famoso shampoo Aussie que aqui está custando R$39,00 comprei no Kmart USD 4,80, mesmo com dólar nas alturas comprando lá ainda sai por metade do preço aqui do Brasil.

Comprei alguns artigos de natal com preços bem atrativos; porque ainda estavam focados no halloween. Uma árvore de 2 metros de altura estava custando uma bagatela de USD 30,00; as luzinhas com 300 por USD 3,20;  já a caixa com 20 bolas decoradas, tamanho médio custou USD4,98.

arvores-de-natal-para-comprar-10

Gosto muito de ver artigos para casa e em algumas lojas como a Home Goods, as roupas de cama de algodão 300 fios por somente USD 19,90 com uma qualidade excepcional.  No Walmart, comprei um jogo de copos que em uma loja de utensílios de Belo Horizonte cada copo custa R$12,00, compramos por USD 0,98, isso mesmo, noventa e oito centavos, 1/3 do preço daqui.  Sacos de lixo, que aqui no Brasil são bem caros,  comprei três pacotes com 40 sacos, dois de 100 litros e um de 50 litros tudo por USD 13,00, total de R$52,00  o preço de um pacote aqui .

copo__granityu_35_cl__43768_zoom

Se você está indo para os EUA e pretende fazer algumas comprinhas, te passo algumas dicas para economizar.

1-  Curta: entre nas páginas oficiais de suas lojas preferidas nas redes sociais, curta e receba as atualizações, eles sempre fazem ótimas promoções relâmpagos.

2- Cupons de desconto:  nos Estados Unidos usar cupons é muito comum. Um bom site para imprimi-los ( tem de tudo, roupas, acessórios e eletrônicos): http://www.dealcatcher.com/

Muitos outlets contam seu próprio catálogo de cupons em seus sites,  e valem para quase todas as lojas do local.

3 – Cartão de crédito? Só se necessário: Isto porque você paga pelo preço do câmbio do dia que a fatura foi fechada e não do dia que você comprou e ainda tem os 6% de diferença de IOF para um câmbio em moeda.

Sim, com certeza ainda vale a pena comprar mesmo com dólar nas alturas…

Milhas + Milhas +Milhas = Viagens

Praticamente todas as empresas aéreas têm programas de milhagem. Quando voamos acumulamos milhas (pontos) que podem ser trocadas por passagens aéreas ou outros benefícios, como produtos ou noites em hotéis.

Para poder aproveitar estes programas, você precisa se cadastrar em algum deles não precisa se cadastrar em todos. Verifique primeiro se a companhia aérea faz parte de alguma aliança, como a Star Alliance, One World ou Sky Team, caso faça parte de alguma, você deve escolher somente uma das companhias. Por exemplo, a TAM faz One World.

Oneworld

É uma das maiores alianças entre empresas aéreas atualmente. Entre elas estão varias empresas internacionais como Air Berlin, American Airlines, British Airways, Cathay Pacific, Finnair, Iberia, Japan Airlines, LAN, Malaysia Airlines, Qantas, Qatar Airways, Royal Jordanian, S7 Airlines, SriLankan Airlines e TAM, além de 30 outras afiliadas.

oneworld-tailfins-lockup

One World

SkyTeam

 Aeroflot – Russia/ Aerolineas-Argentina/Aeromexico /Air Europa-Epanha/AIrFrance -/Alitalia/China Airlines, China Eastern, ChinaSouthern, Xiamen – China/Czech -Rep. Tcheca/Delta-USA/Kenya Ariways/KLM-Holanda/KoreanAir/MEA-Libano/Saudi-Arabia Saudita/Taron-Romenia/Veitnan Airlines e Xiamenair.

SkyTeam

SkyTeam

Star Aliance

Adria-Eslovenia/ Agean-Grécia/Air Canada/Air China/Austrian/Air NewZeland/ANA -Japão/Asiana-Korea/Avianca-Taca- Peru-Colombia/Brussels/Copa-Panamá/Croatia/Egyptair/Ethiopian/Lot -Polonia/Lufthansa-Alemanha/Scandinavian/Shenzhen Airlines/Singapore Airlines/South African Airways/Swiss/Tam / Turkish/Thay -Tailandia/United -USAair-USA

graphic_egu2014_star_alliance_members_airlines

Star Alliance

Mas algumas empresas aéreas não fazem parte de alianças, mas tem parceria com outras companhias que fazem. Exemplificando novamente, a Gol não faz parte de nenhuma aliança, mas tem uma parceria com a Delta Airlines, Air France e Iberia, Tap, Quatar, Alitalia . Se você quiser aproveitar para acumular milhas na Sky Team, prefira o cadastro na Delta, assim pode até emitir passagens da GOL .

Mas não é só voando que se pode ganhar milhas. Através de parceiros das Companhias Aéreas você também pode acumular milhas.

E aqui entram os cartões de crédito. Cada cartão de crédito tem suas regras. Portanto, cada pessoa terá que verificar junto ao banco ou operadora do seu cartão se ele dá pontos se podem ser transferidos para programas de milhagem e para quais companhias aéreas ele credita pontos.

Alguns hotéis, postos de gasolina, locadoras de carros, etc. também tem parcerias com os programas de milhas e nas compras de produtos ou utilização de serviços, você também ganha milhas. Em geral, cada 1 dólar gasto dá direito a 1 ponto, que equivale a 1 milha – mas não é regra. Por isso é importante consultar as regras das parceria.

A quantidade de milhas necessárias para troca por uma passagem depende também do programa escolhido. Em geral, na baixa temporada você precisa de menos milhas, e na alta, mais milhas. Em alguns você não troca por uma passagem, mas por desconto em passagens, como no caso da Azul, onde você ganha 5% do valor da passagem em pontos e a cada 50 pontos, você tem um voucher de desconto de R$ 50,00 na compra de passagens. Também existem promoções por determinados períodos: com menos milhas, você consegue a passagem.

Note também que as milhas tem data de vencimento. Muitas vezes, quando você finalmente acha que acumulou milhas suficientes para viagem e vai verificar, as milhas antigas já venceram. Fique atento neste ponto. Para quem junta pontos no cartão de crédito é melhor solicitar suas milhas somente quando você tiver uma viagem em vista, já que em geral os pontos do cartão não expiram ou tem um prazo maior de vencimento. Mas não solicite em cima da hora. Existe um prazo de transferência.

Como acumular milhas

Para acumular milhas, dê preferência para uma mesma companhia aérea ou a uma mesma aliança. Vôos em classe executiva e primeira classe dão mais milhas. Vôos com escalas podem também dar mais milhas. Atente que algumas passagens promocionais ou de pacotes não dão direito a milhas ou a somente uma porcentagem do total. Na maioria dos programas, acumular milhas voadas durante o ano dá direito a um upgrade na categoria do programa, dando alguns benefícios adicionais ao cliente, como check in preferencial e a utilização de salas vips embarque prioritário.

Também dê preferência a um cartão de crédito que dê pontos que podem ser transferidos para seu programa de milhagens. Ou encha o tanque do seu carro em um posto que também dê pontos. Verifique os parceiros do seu programa de milhagem e aproveite.

Como utilizar milhas

Quando for utilizar milhas, reserve sua passagem com antecedência, em especial se quiser utilizar na alta temporada. Por exemplo, para Orlando, um dos destinos mais procurados pelos brasileiros, 6 meses antes você pode não encontrar mais  passagens que possam ser trocadas por milhas. As companhias aéreas limitam o número de emissões de passagens por milhas para cada vôo.

Você não precisa emitir a passagem em seu nome. Os programas permitem que você emita em nome de terceiros. Mas não é permitido somar pontos de cadastros diferentes. Se algum familiar, por exemplo, tem x milhas e você y, que somados dariam direito a uma passagem, infelizmente não é possível a emissão desta forma. Alguns programas permitem a transferência de pontos através do pagamento de taxas. Alguns outros permitem que você compre milhas, isto é, falta muito pouco para atingir os pontos necessários para o resgate de uma passagem e você pode comprar aquelas poucas milhas que faltam. Também existem programas que permitem o cadastro familiar: o titular se cadastra no programa e abaixo dele podem estar o cônjuge e filhos. Assim se todos viajarem juntos, é possível acumular todas as milhas num cadastro só.

Como as milhas vencem, aproveite para utilizar suas milhas para trocar por outra coisas, como produtos ou serviços. Os sites dos programas que permitem este tipo de troca informas quantas milhas são necessárias para trocar por determinado produto ou serviço. Ou até permitem doações para organizações beneficentes.

#milhas  #milhasaereas #ciasaereas #comoganharsmilhas #viajardegraca

Interior da França; Normandia e Bretanha…

Normandia e Bretanha, localizado no norte da França, sinônimo de aconchego, charme, nostalgia, cultura e delícias.

Mapa da França

Cheguei em Paris e no aeroporto mesmo, aluguei um carro com GPS e parti para o interior,  fácil demais!

Um carro é provavelmente a melhor maneira de explorar a França em total liberdade. De rodovias expressas para estradas regionais e vias rurais, a rede rodoviária francesa é muito densa. Documentos necessários: Você pode ser solicitado a apresentar seus documentos a qualquer momento. Certifique-se de que eles estão em ordem e disponíveis para evitar o risco de uma multa ou mesmo ter seu carro levado. Ao dirigir na França, você vai precisar de:

    • Uma carteira de motorista  válida com foto
    • Um documento de registro do veículo (V5c) – o original e não a cópia, chamado “carte grise” (cartão cinza) na França
    • Um certificado de seguro de veículos
    • Passaporte

Se o veículo não está registrado em seu nome, deve levar uma carta do proprietário ou da locadora onde você alugou seu carro registrado dando permissão para dirigir.

Primeiro vou falar e dar algumas dicas da Normandia, lugar onde aconteceu o que foi considerado o mais longo dia da humanidade, o “DIA D” ! O desembarque das tropas aliadas e onde tudo começou a dar errado para os alemães na segunda grande guerra.

O lugarejo que mais chama a atenção é se dúvida o Mont Saint Michael fica a 360 km a oeste de Paris foi . Uma ilhota rochosa na foz do rio Couesnon,  foi construída no século XI e fortificado posteriormente. O santuário foi construído em homenagem ao arcanjo São Miguel.

Foi ponto de encontro dos cruzados no século XII que  se direcionavam a terra santa, denominada “bastides”.

100_4166

Mont Saint Michael

100_4153

Mont Saint Michael

100_4123

Mont Saint Michael

100_4103

Mont Saint Michael

Cerca de 3 milhões de turistas visitam o local anualmente. Para os que não têm muito tempo, existem tours de um dia,  normalmente saem da “Rue de Rivoli” em Paris . Ida e volta no mesmo dia – saída às 7.15 e volta às 21.15 horas – todos os dias menos no domingo – preço: 158 euros por pessoa com almoço e bebidas incluído ou pode se contratar tour privado direto em seu hotel.

100_4367

Houfleur

Saímos em direção a  Houfleur, cidade bem perto que onde o Rio Senna  se encontra com mar, cidadezinha pitoresca cheia de restaurantes e lojinhas, super agradável, o clima sempre é ameno e chove muito durante o ano todo! Uma tarde é suficiente para a visita que com a pequena cidade pequena que é imperdível.

Dormir em Roen é um barato e conhecer a história  de Joana D’arc visitar a praça onde ela foi queimada e visitar o monumento dedicado a ela é muito legal a cidade é grande e tem uma boa estrutura turística. Para os que vão a Normandia é um bom lugar de referencia podendo dormir ali e passar os dias em outra cidadezinhas da região.

DSC_4010

Notre Dame de Roen

DSC_3997

Notre Dame de Roen

Bom nada melhor que uma praia ! No inverno ? Não dá !

Tudo bem logo pertinho fomos visitar Deville e Trouville cidadezinhas coladas uma na outra que no verão é reduto de milionários europeus e no inverno o movimento é menor e os cassinos continuam a todo vapor o que é permitido e conta com uma arquitetura sem igual.

100_4302

Praia de Deuville

100_4326

Cassino de Deuville

Em uma escapulida ainda você pode  visitar  St. Malo cidade murada com um charme sem igual, praias, restaurantes e um porto que muitos navios atracam e desembarcam turistas para visitar a cidade durante o dia e embarcam a noite.

100_4211

St. Malo

100_4173

St. Malo

100_4186

St. Malo

100_4212

St. Malo

Um passeio imperdível é a cidade Fougéres, cidade típica da Bretanha, muito bem cuidada, com convidativos bares nas calçadas, um chateau muito bonito para ser visitado e, lógico, uma parada para comer o típico crepe do local. Passe uma manhã ou uma tarde caminhando por suas ruelas, sua igreja no alto de um morro, seu pequeno, mas interessante jardim público e você não vai se arrepender.

100_4298

Chateau de Fougeres

100_4292

Chateau de Fougeres

100_4276

Chateau de Fougeres

100_4269

Chateau de Fougeres

Dicas de viagem:

O melhor jeito de rodar definitivamente é de carro.

Saindo de Paris para visitar a Normandia e Bretanha é bom definir uma cidade como base e visite as outras durante o dia assim não é necessário ficar trocando de hotel o tempo toto já que as distâncias são curtas e as estradas lindas.

Não deixe de visitar Le Mans onde acontece a famosa corrida 24 horas.

Viajar sozinho

Existem muitos viajantes que afirmam que viajar sozinho é a melhor maneira de ver o mundo.  Viajar sozinho  é uma viagem de auto-descoberta. Viagens Solo podem ser deliciosas, você pode passar um dia sem fazer nada ou ficar em um único museu. É a oportunidade ideal para experimentar algo novo.  Ainda assim, existe uma preocupação para muitos viajantes individuais; segurança: o simples fato, é que há países que são estatisticamente mais seguro do que outros, basta pesquisar uma boa opção.  Escolha um país onde você vai se sentir bem-vindo, uma nação onde você pode facilmente interagir com os moradores, onde a conversa flui com facilidade, mesmo se você está lutando a língua nativa. Para os que escolhem viajar sozinhos é fundamental se conectar com a cultura e não se sentir como um  estrangeiro.

Antes de escolher o destino verifique os números do Global Piece Index,  que classificou 162 países por sua tranqüilidade, e o Happy Planet Index, que analisou o bem-estar do ser humano em 151 países.

Para o público feminino existem sites e blogs somente para elas com dicas e sugestões:

Indico este:

http://www.journeywoman.com/

Se você gosta de sua companhia e está preparado para estar com você mesmo, se prepare para as melhores e mais fantásticas aventuras. Tenho notado que muitos clientes (de todas as idades) têm vontade de viajar mas falta companhia. Muitos nem sabem que existem várias opções de roteiros de grupos e que podem ficar em apartamento “single” e desfrutar de uma ótima viagem. Já para os mais novos e que querem uma viagem mais econômica, Hostels são uma boa opção, são baratos e os viajantes ainda vão conhecer gente de todo tipo e lugar.

O mais interessante de viajar sozinho, é o horário de fazer as coisas, você acorda, dorme, sai e come quando achar que deve, não tendo que atender as necessidades de um grupo ou de amigo. Ser um pouco egoísta às vezes faz bem.

Viajar sozinho é uma experiência fantástica!

Dicas:

Sempre leve um livro.

Encaixe-se em passeios programados com outros turistas,

Procure lugares com seu perfil assim encontrará semelhantes para troca de experiências e amizades.

Entre em redes sociais de viajantes, lugares e destinos para saber o que fazer e o que está acontecendo.

Cuidado e segurança são de primeira necessidade uma vez que não tem a quem recorrer.

No próximo post vamos falar da experiência de viajar em grupo!

Desfrute das especialidades do Vale do Loire…

Outubro 2012: Cheguei em Paris, o tempo chuvoso comum neste período do ano. Logo peguei um ônibus que me levou a cidade de Sancerre, no vale do Loire,  região reconhecida pela Unesco como patrimônio mundial, é também conhecido como o Jardim da França. Com uma envolvente e espetacular paisagem verde exuberante, esta região coleciona uma herança cultural incomparável que pode ser comprovada pelos 300 castelos espalhados pela região.

DSC_3955

Um dos castelos da região

Sancerre é Uma cidade histórica, famosa pelo vinho com mesmo nome. Fui a convite do governo francês,  do Diretor das Américas Sr. Jean-Philippe Perol,  que nos recebeu com uma simpatia única para visitar e conhecer a região onde o forte é o enoturismo e o turismo gastronômico.

Bourgueil, Chinon, Vouvray, Cheverny, Sancerre, são alguns dos variados vinhos que a região do Loire oferece. De Touraine a Sancerre, as vinhas do Loire são ricas em vinhos excepcionais que se destacam pela variedade e autenticidade. São aproximadamente 1000 km de rotas para turistas conhecerem as diferentes vinícolas do Loire.

loire_valley_map

Mapa do vinho no Vale do Loire

Fomos a uma feira que se chama “Destination Vignobles”, um evento de cunho profissional, organizado pela Atout France, para promover os vinhedos franceses aos profissionais do turismo. Faz parte de um programa de promoção para aumentar a comercialização de “vinhedos e vinhos da França.” Criado em 2004, “Destination Vignobles ” é organizado a cada dois anos, no outono e cada edição em um vinhedo diferente.

Foram quatro dias em experiências fantásticas, visitas gastronômicas regadas a espetaculares vinhos franceses, encontros com produtores e operadores de turismo da França. As vinícolas impressionam com o alto padrão de ciência e tecnologia que geram milhões de euros em investimentos e empregos, junto com a alta gastronomia e o interesse dos turistas de aprender “in loco” os segredos da magia da enologia, faz a indústria cada dia mais forte comungando três prazeres da vida: comer, viajar, beber !!!

DSC_3878

Comer, beber e viajar!

DSC_3883

Comer, beber e viajar!

CSC_3880

Comer, beber e viajar!

Um tour muito famoso é o da colheita de vinho, onde o passageiro vai pela manhã, colhe as uvas, leva para o processamento e pode receber o vinho que ajudou na produção em casa posteriormente,  após conhecer todo processo o dia termina com um pic nic maravilhoso com os embutidos que exalam cheiros de seus temperos da Provence.

DSC_3778

Colhendo uvas para a produção

DSC_3796

Participando da seleção das uvas

DSC_3815

Adega

DSC_3774 DSC_3781

Não podemos falar do vale do Loire sem falar dos queijos. São maravilhosos!  A região é especialista em queijos de cabra, há mais de 30 tipos de queijos produzidos no “Jardim da França” e com exceção do Bondaroy, que é feito com leite de vaca, todos os demais são obtidos a partir do excelente leite de cabra que abunda no local. O Selles-sur-Cher, geralmente, é revestido com cinzas, para forçar a secagem da massa externa. Esse processo resulta em um contraste interessante entre a massa interna branca com a massa acinzentada do exterior. Embora consistente ao toque, o Selles-sur-Cher derrete-se na boca e um vibrante sabor de ervas percorre todas as papilas, até culminar num retrogosto caprino e fresco.

DSC_4124

Queijo Valençay

DSC_3824

Queijo de Cabra de Valençay

Vídeo promocional do Vale do Loire! Para dar água na boca…